Coloque Um Disco Pra Tocar

Qual disco você não se cansa de colocar pra tocar na vitrola, no CD player ou na sua plataforma virtual? Por que ele é assim tão importante pra você? Como esse disco chegou nas suas mãos ou aos seus ouvidos? Na sua opinião qual é a melhor faixa? Neste post quem coloca um disco pra tocar é Rodrigo Carneiro, vocalista da banda Mickey Junkies:

“Sinceramente, eu não me lembro da primeira vez em que ouvi MC5. Algum ponto obscuro da década de 1980. Combinemos, então, que a sonoridade praticada por eles sempre esteve comigo. Início incerto, amor eterno. E já que a brincadeira cruel aqui é eleger apenas um disco, vamos de “Back in the USA”, de 1970, o segundo lançado pelo quarteto detroitiano. O fato do álbum ter regravações de “Tutti Frutti”, de Little Richard, e “Back in the USA”, de Chuck Berry, diz muitíssimo a respeito do que vem a ser o tal rock’n’roll. São dois estilistas do gênero. Ou melhor, inventores gigantescos. E, interpretá-los, é um testemunho de ancestralidade criativa. Falando das autorais, qual atitude tomar diante da adorável lista de composições? Dançar como se não houvesse o amanhã, no mínimo. Afinal, “Looking at You”, “Tonight,”, “Teenage Lust”, “High School” e “Shakin’ Street” são alguns dos destaques. Agora, a cereja do bolo, a menina dos olhos, a campeã particular de comoção, é “Let Me Try”, uma das melhores e mais eficazes canções de amor já escritas no Ocidente. De pronto, sabe-se que o finado Rob Tyner será o cantor; já a mulher amada, a música a ser entoada. Sem mais para o momento, sugiro audições atentas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *